Sala de Imprensa

Visita también la Sala de Prensa en español
26-06-2015

MAN Latin America realiza Dia do Caminhoneiro em sua fábrica de Resende

Mais de 85 mil caminhões circulam por dia pelo trecho da região Sul Fluminense

Evento também será aberto à população

A MAN Latin America, fabricante dos veículos comerciais Volkswagen e MAN, abrirá as portas de sua fábrica em Resende (RJ) para conscientizar motoristas e população sobre saúde e segurança nas estradas. O evento será realizado entre os dias 30 de junho, data em que se comemora o “Dia do Caminhoneiro”, e 1º de julho, das 8h às 16h, na portaria de operações de carga e descarga da montadora (Gate). No local, será montada uma estrutura com carretas estande e postos exclusivos para atendimento aos visitantes.

Em parceria com as empresas JSL, Gefco e Expresso Mirassol, a MAN Latin America vai oferecer palestras sobre segurança na estrada, qualidade de vida e alcoolismo, bem como apresentação de vídeos diversos. Os participantes poderão ainda aferir a pressão arterial, medir o índice de massa corporal (IMC), realizar exames de oximetria de pulso (saturação de oxigênio no sangue), glicemia capilar (nível de açúcar na corrente sanguínea), além de receberem brindes e folhetos sobre os temas discutidos.

“Esta é uma iniciativa que pretendemos firmar em nosso calendário de atividades, pois reconhecemos a importância desta classe, tanto para a cadeia de produção, quanto para o crescimento do país. É importante que as empresas se mobilizem para valorizar a profissão e incentivar hábitos e costumes que fomentam cada vez mais a qualidade de vida deste profissional e sua família”, ressalta Adilson Dezoto, vice-presidente de Produção e Logística da MAN Latin America. Segundo a Polícia Rodoviária Federal, 85.200 caminhões trafegam pelo trecho da região Sul Fluminense diariamente.

Preocupação também dentro de casa

Além de promover esta iniciativa inédita com caminhoneiros, a MAN Latin America também mantém o bem-estar de seus colaboradores por meio de ações e campanhas internas de conscientização. Fato pode ser comprovado pelo nível exemplar da taxa de frequência de acidentes que chegou a 3,7, alcançado de janeiro a maio de 2015. Esse indicador é referência em toda indústria para avaliar a segurança dos trabalhadores em suas atividades e, para tanto, considera a proporção entre o número de acidentes ocorridos e o de horas trabalhadas.