Sala de Imprensa

Visita también la Sala de Prensa en español
28-11-2018 Todos

VWCO: 20 anos fidelizando clientes argentinos

Transportador de Mendoza elegeu a marca após comparativo com a concorrência

Mais jovem, Ricardo Spedaletti seguia os passos de seu pai, como motorista de ônibus na cidade de Mendoza, na Argentina. Mas seu sonho era mesmo ter sua própria empresa de transportes - não de passageiros, mas de carga. E economizando, conquistou seu primeiro caminhão. Desde então já se passaram três décadas, com crescimento exponencial dos negócios e agora comemora uma frota de 34 veículos, dos quais quase 80% são diferentes modelos VW.

“O Volkswagen é um caminhão muito nobre. Desde 2001, sou cliente oficial da marca”, remarca. A partir de então, passou a avaliar o desempenho com outras marcas.

Ele lembra que já os VW Worker 13.189 e 17.220 já se diferenciavam. “Agora, ocorre o mesmo com o Constellation 17.190 com motor MAN. Comparei com modelo da concorrência e depois de três meses na mesma operação, o VW ganhou. Por isso, já comprei quatro unidades ao longo deste ano”, relata.

Para ele, a chave está em não precisar de Arla 32. “É difícil recuperar esse custo”, aponta.

Com rodagem média de 2.500 a 3.000 mil km, a aplicação de Spedaletti se divide principalmente em dois: transporte de diferentes cargas com caminhão basculante ou serviços de coletas de resíduos nos municípios de Luján de Cuyo, Godoy Cruz, Maipú y Las Heras. Adquiriu também um Constellation 17.280 para levar os caminhões que a Vesten, concessionária oficial VWCO, vende em sua região.

“Mi flota se compone de 5 camiones compactadores, 3 retro-excavadoras, 25 volcadores y un tractor con semirremolque. Tengo que cumplir con los trabajos municipales. La recolección no espera. Tenemos concesionadas distintas áreas para realizar el barrido, limpieza y recolección de los residuos”, cuenta el transportista, asegurando que el promedio mensual que recorren las unidades son unos 2500 a 3000 kilómetros. 
 
Ele destaca ainda a  importância de manter suas unidades Volkswagen com serviços e peças originais. Outra revelação de sua estratégia é a renovação constante da frota. 
 
“Com cerca de 300 mil km, renovamos. Minha frota tem uma idade média de seis anos. Faço diagnóstico reGulares e essa é a chave. O caminhão tem que me servir. Optei pela Volkswagen porque seus veículos respondem muito bem”, enfatiza o transportador, que analisa os números e, em parte, escolheu a marca “porque se adapta às necessidades do negócio”.